07 – A acumulação do capital: a posição actual do proletariado.

A acumulação do capital é a adição de uma parte da mais-valia ao capital.

Na reprodução ampliada, uma parte da mais-valia é utilizada pelo capitalista para ampliar a escala da produção: para compra de meios de produção complementares e para a contratação de mais operários.

Um motivo que impele à acumulação do capital é, em primeiro lugar, a corrida ao aumento da mais-valia.

Outro motivo que impele à acumulação é acirrada luta de concorrência, em cujo desenrolar, os grandes capitalistas situam-se em posição melhor e derrotam os pequenos.

Em resultado da acumulação capitalista realiza-se a polarização da sociedade: Num pólo concentram-se todas as riquezas, nas mãos da burguesia. No outro pólo verifica-se a deterioração da situação dos trabalhadores, a sua pauperização. Marx formula nesta base a lei da acumulação capitalista.

Quanto maior for a riqueza social, o capital activo, as dimensões e a energia do seu crescimento e, por consequência, quanto maior for a massa absoluta do proletariado e a força produtiva do seu trabalho,tanto maior será o exercito industrial de reserva.

A força de trabalho disponível cresce em consequência das mesmas causas que a força de expansão do capital.

A grandeza relativa do exercito  industrial de reserva cresce, pois, juntamente com o aumento das forças de riqueza.

Mas quanto maior é este exercito de reserva, em relação ao exercito operário, tanto maior é a super população permanente cuja miséria é directamente proporcional aos  tormento ou suplicios , do trabalho do exercito activo

Por fim, quanto maiores são as camadas depauperizadas da classe operária e o exercito industrial de reserva, tanto maior será o pauperismo oficial.

Esta é a lei geral, absoluta, da acumulação capitalista.

A Lei geral da acumulação capitalista:

Em resultado da acumulação capitalista realiza-se a polarização da sociedade; num pólo da sociedade concentra-se toda a riqueza, nas mãos da burguesia e no outro pólo verifica-se a deterioração da situação dos trabalhadores, a sua pauperização. Marx formula, na base desta análise, a lei geral da acumulação capitalista.

Quanto maior for a riqueza social, o capital activo, as dimensões e a energia do seu crescimento e por conseguinte quanto maior for  Massa absoluta do proletariado e a força produtiva do seu trabalho, tanto maior será o exercito industrial  de reserva.

A força de trabalho disponível cresce em consequência das mesmas causas que a força de expansão do capital.

A grandeza relativa  do exercito industrial de reserva cresce, pois, juntamente com o aumento das forças da riqueza.

Mas quanto maior é este exercito de reserva, em relação ao exercito operário activo, tanto maior é a super-população permanente, cuja miséria é directamente proporcional aos tormentos ou suplícios, de trabalho do exercito activo.

Por fim, quanto maior são as depauperizadas da classe operária e o exercito industrial de reserva, tanto maior será o pauperismo oficial.

Esta a lei gera, absoluta, da acumulação capitalista.

Riqueza social ->(c+v+m) ->capital activo ->(c+v) ->produto da acumulação ->massa absoluta do proletariado(empregados e desempregados)->força produtiva do trabalho->exercito industrial de reserva.

Composição orgânica do capital:

Composição técnica capitalista: massa dos meios de produção/massa da mão de obra.

A composição técnica do capital é a relação da massa dos meios de produção mão de obra. Ou seja a relação em termos naturais.

Se o aumento da composição técnica do capital (C.T.C.) provocar o crescimento dos valores dos meios de produção e da força de trabalho aumenta a composição orgânica do capital, quer dizer a relação entre capital constante e capital variável.

O crescimento da composição orgânica do capital é um processo objectivo, já que decorre da acção da lei do valor e com este crescimento uma parte dos trabalhadores é expulsa  da produção formando o exercito industrial de reserva. Cresce a super-população relativa ou seja uma parte do proletariado torna-se desnecessária para a produção do máximo da mais-valia.

A super-população relativa( desemprego) existe nas seguintes 3 formas:

1 – Flutuante, que é o resultado das alterações na produção capitalista em função da conjuntura económica, ao ampliar a produção o capitalista emprega mais operários e ao reduzi-la despede uma parte da mão de obra;

2 – Lactente ou agrária, é o resultado do emprego temporário dos pequenos produtores agrícolas que ainda são proprietários privados, mas não podem subsistir na sua terra;

3 – Super- população estagnante, é o resultado do afastamento total ou parcial dos trabalhadores em relação à produção. São inválidos, mutilados de guerra, de produção empregados eventuais, domésticas.

Daqui uma fronteira com outra camada da população: Lumpen do proletariado: marginais, criminosos, prostituição.

A deterioração relativa e absoluta da situação dos trabalhadores:

A deterioração relativa  manifesta-se na diminuição constante da parte dos trabalhadores na riqueza social, em particular no rendimento nacional do país. ( rendimento nacional é o novo valor criado na economia nacional)

A deterioração absoluta manifesta-se no agravamento de vários aspectos do nível de vida dos trabalhadores: salário real; custo de vida;inflação; despesas militares;desemprego;natalidade e mortalidade; longevidade de vida; composição etária dos trabalhadores, emigração; grau de exploração; intensidade do trabalho, traumatismos profissionais; doenças profissionais.

Tendência histórica da acumulação capitalista:

À medida da acumulação do capital agrava-se a contradição fundamental do capitalismo, na base deste agravamento são criadas premissas objectivas e subjectivas da liquidação da propriedade capitalista dos meios de produção e da passagem para o modo de produção socialista.

Ver também aqui:

15 respostas a 07 – A acumulação do capital: a posição actual do proletariado.

  1. Excellent page, I seriously loved the design, the colours as well as the créent furthermore coincided beside me a lot to appreciate. Would you work different sites with identical written content? I would wish to observe all of them: )

  2. You made some nice points there. I looked on the internet for the subject and found most people will approve with your site.

  3. Tofes diz:

    Obrigado!

    Vou tentar ser mais pontual a colocar textos aqui. No entanto aconselho o estudo dos clássicos:

    https://dicasomeublog.wordpress.com/01-como-estudar-a-teoria-marxista-leninista/

  4. Adoring the piece of writing.. thanks a bunch I found exuberant service. Excellent feelings you’ve got here..

  5. Learn More diz:

    Merely wanna say that this is invaluable , Thanks for taking your time to write this.

  6. Heya i am for the first time here. I came across this board and I find It really useful & it helped me out much. I hope to give something back and help others like you aided me.

  7. I need to admit that your post is actually intriguing. I have spent lots of my spare time reading your content. Thank you a good deal!

  8. I just want to mention I am just beginner to blogging and site-building and really liked this blog site. Probably I’m planning to bookmark your blog post . You actually come with incredible articles and reviews. Thanks a bunch for revealing your webpage.

  9. I simply want to mention I am all new to blogging and site-building and truly enjoyed this web-site. Likely I’m want to bookmark your website . You surely come with really good stories. Appreciate it for sharing your web page.

  10. I just want to say I am just newbie to blogging and site-building and actually loved your blog. Most likely I’m want to bookmark your website . You really come with really good articles and reviews. Thanks for sharing your website.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s