08- A acção da lei geral de acumulação capitalista na economia portuguesa

a)- deterioração relativa; b)- deterioração absoluta da situação dos trabalhadores depois do 25 de Abril.

A mais – valia criada pelos trabalhadores é a fonte de acumulação do capital.

Com a acumulação desenvolve-se a produção capitalista. Com o modo de produção capitalista desenvolve-se a acumulação capitalista. Cada acumulação torna-se meio de nova acumulação.

A população trabalhadora ao produzir a acumulação do capital, produz em proporções crescentes, os meios que fazem dela, relativamente, uma população supérflua.

Quanto maior for a riqueza social, o capital activo, as dimensões do seu crescimento, e quanto maior for a massa absoluta do proletariado, e quanto maior for a força produtiva do seu trabalho, maior será o exército industrial de reserva.

A grandeza relativa do exército industrial de reserva cresce à medida que crescem as forças produtivas.

Acção desta lei em Portugal:

Divisão em duas épocas diferentes neste aspecto; do 25 de Abril ao 25 de Novembro de 1975. Depois de 25 de Novembro de 1975.

Uma economia em crise herdada do fascismo. Grande acumulação nas mãos de poucas pessoas.

Quando do 25 de abril deparamo-nos com uma crise mundial. 50% da produção portuguesa era vendida no mercado externo.

O boicote do capital internacional. Sabotagem económica interna. Fugas de capital para o estrangeiro, tudo isto deram numa quebra na produção. Mas o seu valor total aumentou nesses dois anos. Rendeu mais dinheiro aos capitalistas dado que, a produção, foi vendida por preços mais elevados.

Com menos produção, os capitalistas, conseguiram acumular mais dinheiro.

Valores da produção:

1973 = $14.873 milhões

1974 = $ 17.259 milhões

1975 = $ 19.068 milhões

Rendimento Nacional, sua distribuição pela população em que 80% são trabalhadores:

1973: ….48% Para os trabalhadores.

…. 52% Para os capitalistas.

1975:….57% Para os trabalhadores

…. 43%Para os capitalistas.

Pode concluir-se daqui que neste período, em Portugal, houve acumulação capitalista, mas, esta não veio inferir na situação dos trabalhadores. O seu poder de compra aumentou neste período. Houve aumentos de salários, casos de mais de 100%.

Salários

1974 – 35 % de aumento.

1975 – 25% d e aumento

Preços….

1974 – 25% de aumento

1975 –15 % de aumento

Aumentou o mercado interno, fruto de uma melhor distribuição do rendimento nacional.

Também não se pode afirmar que tenha aumentado o desemprego derivado da acumulação capitalista.

Desemprego: Cerca de 300 mil desempregados, assim: 120 mil retornados das ex- colónias; 80 mil militardes desmobilizados. Sendo o número de 100 mil s desempregados até 1975, mais ou menos o mesmo que existia antes do 25 de Abril.

Foram retirados aos monopólios grandes centros de acumulação do capital: Siderurgia, energia, cimentos, celulose, banca, etc. Ao todo foram nacionalizadas mais de 200 empresas e intervenção do estado em grande número de outras.

Cerca de 800 mil trabalhadores laboravam no sector nacionalizado.

Depois do 25 de Novembro de 1975:  A situação alterou-se.

Com a recuperação capitalista, levada a cabo. Pelos sucessivos governos, degradou-se a situação dos trabalhadores.

-Aumento do desemprego; Aumentos dos preços dos bens essenciais; Estagnação e congelamento dos salários; Diminuição do poder de compra dos trabalhadores.

– Alterou-se a forma de distribuição do rendimento nacional. Passando a caber a maior parte àqueles que nada produzem.

Crescimento dos “salários” e do rendimento das empresas e propriedades particulares:

Salários:..

1976 – 17,7%

1977 – 13,8 %

1978 – 14 %

Empresas:

1976 – 27,2 %

1977-. 51 %

1978- 44,2 %

Desemprego:

1976 – 416 mil

1977- 441 mil

1978- 481 mil

Verifica-se que de 1975 a 1978 o desemprego aumentou em 181 mil.

Isto devido ao arruinamento de pequenas e médias empresas, que produziam para o mercado interno. E dado não haver poder de compra dos trabalhadores, estas não produziam, vendo-se na obrigação de encerrarem e despedirem trabalhadores.

A par disto, as multinacionais transferiram para o estrangeiro todos os seus lucros, vendendo à empresa mãe pelo mesmo preço anterior enquanto tudo aumentou.

Acumulação de prejuízos em Portugal e dos lucros no estrangeiro. Encerramento de empresas e, ou despedimento dos operários.

Importações de produtos, num total de 15 % , desnecessários : whisky, gravatas, etc., mas que dão chorudos lucros.

Transferências de capitais com as subfacturações e sobrefaturações; Vender por 100 e declarar venda por 80, comprar por 80 e declarar compra por 100.

Empobrecimento relativo: A parte da renda nacional que cabe aos trabalhadores diminui enquanto a parte do capital aumenta.

Com o aumento da intensidade do trabalho baixa a parte referente ao trabalho enquanto aumenta a mais-valia.

Empobrecimento absoluto: queda do nível de vida, aumento da intensidade do trabalho (Com o aumento da intensidade do trabalho baixa a parte referente ao trabalho enquanto aumenta a mais-valia) agravamento das condições de trabalho, proporções do desemprego, acção das crises e guerras.

Alguns dados actuais, ver : http://resistir.info/e_rosa/desigualdades_riqueza.html

23 respostas a 08- A acção da lei geral de acumulação capitalista na economia portuguesa

  1. Tofes diz:

    Estou aberto a sugestões.
    Obrigado.

  2. maybe you should improve your articles, that would help us understand better. lista de email lista de email lista de email lista de email lista de email

  3. Tofes diz:

    Vou tentar ser mais pontual a colocar textos aqui. No entanto aconselho o estudo dos clássicos:

    Para um estudo básico introdutório do marxismo-leninismo, e para ser enriquecido a cada momento, o estudante deverá começar com o seguinte: “Manifesto Comunista” de Marx e Engels, “Socialismo Utópico e Científico” e “Discurso à Beira do Túmulo de Carlos Marx” de Engels (em “Obras escolhidas” de Marx, vol. IX); “Economia Política” de Leontiev, “Estado e Revolução” e “Imperialismo, Fase Superior do Capitalismo” de Lénin, “18 Brumário de Luis Bonaparte” e “Guerra Civil na França” de Marx, “Fundamentos do Leninismo” de Stalin (os capítulos sobre a teoria e o Partido), “Frente Única Contra o Fascismo” de Dimitrov, e “Marxismo-Leninismo vs. Revisionismo”, de W. Foster e outros.

  4. i’m going to bookmark you here so i will be able to read at your new articles whenever i want. thanks for helping. lista de emails lista de emails lista de emails lista de emails lista de emails

  5. Several thanks for the great posting. I’m glad I’ve taken the time to see this.

  6. F*ckin’ amazing things here. I’m very glad to see your post. Thanks a lot and i’m looking forward to contact you. Will you please drop me a e-mail?

  7. That is some inspirational stuff. Never knew that opinions could be this varied. Be sure to keep writing.

  8. I just want to mention I’m newbie to blogging and truly liked this web-site. Very likely I’m want to bookmark your blog post . You actually have wonderful articles. With thanks for sharing your blog.

  9. I simply want to tell you that I am beginner to blogging and site-building and actually savored your blog. Almost certainly I’m likely to bookmark your website . You surely come with exceptional stories. Thank you for revealing your website.

  10. Francisco diz:

    This is really interesting, You are a very skilled blogger. I’ve joined your feed and look forward to seeking more of your fantastic post. Also, I have shared your website in my social networks!

  11. I simply want to say I am newbie to blogging and really liked you’re web-site. Most likely I’m planning to bookmark your site . You absolutely have excellent article content. Cheers for revealing your website.

  12. can i ask you to maintain us informed about updates on your site? lista de email lista de email lista de email lista de email lista de email

  13. I just want to tell you that I am just very new to weblog and truly liked this web blog. Most likely I’m likely to bookmark your blog post . You actually have very good articles. Thanks for sharing with us your web-site.

  14. if you write more posts like it, i will be definitely following them. lista de emails lista de emails lista de emails lista de emails lista de emails

  15. hey i did not understand what are you saying about. somewhat i understood on that basis i don’t agree with this. thanks for posting. lista de email lista de email lista de email lista de email lista de email

  16. good topic, this is going to help a lot of people get the whole concept. lista de emails lista de emails lista de emails lista de emails lista de emails

  17. heya. great work. i hope you keep this pace and write more articles. success. lista de emails lista de emails lista de emails lista de emails lista de emails

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s